Dica de Perito: Degravação De Vídeos Em Processos Criminais

A Perícia de Degravação de vídeos também conhecida como Audiovisual é pouco explorada principalmente pelos operadores do direito militantes na área Penal, em que pese as incontáveis possibilidades de se trazer ao processo A VERDADE DOS FATOS.

Não se pode olvidar que a questão da segurança está em voga,haja vista a progressão geométrica da criminalidade em nosso País. E como resposta, o cidadão comum vem lançando mão de artifícios para à margem do Estado garantir sua própria segurança.

A utilização de circuitos de monitoramento e vigilância é uma poderosa e acessível ferramenta nesta seara, tanto para o pequeno comerciante e o cidadão comum, como para megacorporações e entidades públicas.

Some-se a isso o fato de que os SMARTPHONES são uma constante na esmagadora maioria das pessoas, INCLUSIVA E DIFUNDIDA seja qual for a classe social, faixa etária, ou orientação político-religiosa, aparelhos estes que são fonte inesgotável de captações amadoras de arquivos de áudio e vídeo, que podem vir a servir como prova (não raro DECISIVA) em processos judiciais.

Todo esse material, PARA QUE TENHA FORÇA PROBANTE, há que ser analisado por um profissional reconhecido e devidamente habilitado, e transformado em PARECER TÉCNICO, PEÇA FORMAL que será levada ao conhecimento do Magistrado para auxiliar na formação do seu convencimento, ou mesmo para auxiliar o trabalho do tão assoberbado Instituto de Criminalística, nas hipóteses de investigação de crimes.

Há que se ressaltar que os Institutos de Criminalística dos Estados possuem comprovado déficit em seu quadro de funcionários e uma demanda sobre-humana de laudos periciais, nestes incluídos os de degravação de vídeo e áudio, ou audiovisuais e por este motivo não dispõem do tempo ou pessoal necessários à elaboração de um laudo minucioso. Com isso, erros são comuns nestes “laudos oficiais”.

Isto quando o advogado efetivamente consegue que o Judiciário de fato envie o material a ser periciado ao IC para análise oficial,o que convenhamos é cada dia mais raro.

Uma ferramenta de prova de tamanha magnitude não pode ser deixada ao largo. Há que ser considerada pela força que tem. Para tanto,agregue ao seu serviço o trabalho de um VERDADEIRO PERITO DE DEGRAVAÇÃO AUDIOVISUAL.

Fica a dica: Advogado, não se aventure em “tirar uns prints”do vídeo ou em “pinçar” trechos da conversa degravada e lançá-los na sua peça.Contrate um Perito, COM CREDIBILIDADE E ISENÇÃO, e com um currículo que fará a diferença entre a condenação e a absolvição do seu cliente.

Entre em Contato que ligaremos para você!

Obrigado pelo seu envio! Entraremos em contato em breve!
Algo de errado aconteceu... Por favor tente mais tarde!